sábado, 25 de abril de 2009

Rita Lee

. sábado, 25 de abril de 2009


Por: Lílian Carvalho



Continuando com a sequência de post's sobre música... hhahahah

Falo de Rita Lee.
Conheci mais especificamente ela, na entrevista que ela deu pra Roling Stone Brasil, não sei que ano e nem data... Essa revista chegou em minhas mãos atravez de uma tia minha, que pensou que eu gostaria de ler e comprou pra mim. De começo eu axei um máximo né, primeiro que eu nunca tinha lido uma Roling Stone na vida, segundo por que tava com a Rita na capa e eu axei um máximo ler alguma coisa sobre ela, uma artista que eu nunca tive a oportunidade de chegar perto, perto digo perto de informações e tal.....
A Rita antes pra mim era uma estranha. Nada mais do que uma mulher que tinha cantado uma música numa novela, a música: "Erva Venenosa". E ex-participante de uma banda que eu não conhecia nada, e é claro que todo mundo sabe, Os Mutantes.
A primeira coisa que eu fiz foi ler a entrevista dela, claro. Grudei os olhos naquela revista, li duas vezes...hahahah fiquei extasiada vendo as fotos dela. Toda loucona, roupas pretas (que na época eu tava nauquela crise de auto-afirmação e batendo no peito e dizendo: Eu visto preto! Eu sou diferente! hahahhaa...). Eu me apaixonei por ela. Perdidamente! Ela falando dos Mutantes, a carreira solo, da época que ela foi presa grávida do Beto Lee, da parceria dela com o Paulo Coelho e do seu amor e parceiro Roberto de Carvalho.
A única coisa que eu tenho dela e conheço dela, é o MTV Ao Vivo Rita Lee que eu baixei da internet e passei pra CD. Decorei todas as musicas. Infelismente conheço pouco dessa maravilhosa banda que ela participou.
Mas a Rita é uma mulher que influenciou musicalmente muitas cantoras e até cantores e fazedores de música no Brasil. Influenciou gerações brasileiras ávidas por boa música, pisicodelia, loucuras, sons diferentes. Eu axo que vocês não sabem, mas a Rita é minha verdadeira mãe (6).

4 Comentários:

Maycon Dantas disse...

Muuuito bom o post, e a contora Lilian, como sempre digo a você [em comentários no blog], somos parecidos nesses gostos músicais, Rita é realmente muuito booa, efeitos com instrumentos louquissímos me fazem a admirá-la muitissímo, única coisa que não gosto nela é o fator Paulo Coelho, mas xapralá. Gostei da última frase, lembrei do DVD da Cássia Eller, tú sabe de que falo ;). À este e a todos os últimos post's músicais meus parabéns! Estão ficando muito booons!

Lílian** disse...

uhauahuaha valew maycon!:D
q bom q alguém entendeu minha frase hahahah inté!

Finotti disse...

Muito legal o post. Pra vocês que conhecem pouco a Rita, ela simplesmente era a única roqueira legítima que tínhamos no final dos anos 70. Então, nós mulheres, se quiséssemos uma referência de rebeldia, independência, enfim, uma imagem rock'n'roll, legitimamente brasileira, só tínhamos a Rita Lee... E até hoje, são pouquíssimas as roqueiras brasileiras legítimas, no cenário musical. E todas, mesmo que neguem, são filhas de Rita Lee.

Não existiu nenhuma garota, nos anos 70/80, que era roqueira e que não cantou:

"Foi quando meu pai
Me disse:
"Filha, você é a Ovelha Negra
Da família"
Agora é hora de você assumir
Uh! Uh! E sumir!..."
(Ovelha Negra - Rita Lee)

Ótimo post, Lílian!

Nat Valarini disse...

Olá!

A Rita é uma figura ímpar!

Hoje, eu não a ouço tanto quanto antes, mas é inegável a sua contribuição para a musica brasileira.

Ela foi uma mulher a frente de seu tempo.

Kiso


http://garotapendurada.blogspot.com/

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

"Faça o que tu queres, pois é tudo da lei!" E diga aqui também!

 
{nama-blog-anda} is proudly powered by Blogger.com | Template by Agus Ramadhani | o-om.com
BlogBlogs.Com.Br