segunda-feira, 6 de abril de 2009

O melhor Coringa?

. segunda-feira, 6 de abril de 2009

Por: Diego?Glommer?


coringaledger


Coringa de Heath Ledger. Excessivamente sombrio?

Não sei de onde veio surgir isso na minha cabeça, pois o The Dark Knight já está até bem velhinho. Talvez tenha brotado de uma discussão com uma amiga que disse que o Coringa do Ledger era o melhor.

Sinceramente, até achei legal a atuação dele, mas creio que faltou algo da essência do personagem nas Hqs. Em certos momentos parece mais um psicopata qualquer do que o ser complexo que estou acostumado a ler.

O Coringa das Hqs geralmente é descrito como um cara totalmente perturbado, porém há peculiaridade dele fazer tudo aquilo apenas para se divertir. Tanto é que não ousa jamais matar Batman, pois o considera como o único adversário digno de enfrentá-lo.

Acho que a atuação do Ledger peca em relação a isso. E apesar de algumas boas sacadas no decorrer do filme, acaba meio que descaracterizando o lado mais interessante do Coringa, que é essa propensão para o mal, mas que advém de uma perspectiva muito peculiar da realidade, onde, de certo modo ele se enxerga como o grande palhaço de um espetáculo circense tenebroso.

Outra atuação feita em cima do personagem, que muita gente torce o nariz, mas que acho interessante é de Cesar Romero, que interpretou o personagem no famoso seriado dos anos 60.

coringa romero

Coringa de Romero: Muito Palhaço?

O motivo pelo qual as pessoas acham o personagem “tosco” se dá pelo fato de que ele era um grande fanfarrão. Entre os seus principais planos estava o seguinte: transformar em gelatina os reservatórios de água de Gotham City. Mas acho que Romero se saiu muito bem, tanto mais tendo em vista que o próprio Batman dos quadrinhos, naquele momento também era mais voltado para esse lado nonsense. Afinal, não eram tempos psicodélicos? (Não me esqueço um dia que vi uma capa em que o herói aparece sentado numa poltrona comendo uma pipoquinha enquanto via o seu seriado na tv.)

No entanto, considero como mais memorável o Coringa do Jack Nicholson. A opinião mais comum contra ele é que teria tornado o personagem excessivamente cômico. Já eu penso que não tem nada de excessivamente engraçado ali. Na verdade há uma composição bem interessante do personagem e que considero bem fiel às hqs. (Pessoalmente não acharia nada engraçado ver o Coringa versão 90 causando o terror em minha cidade).

coringa nicholson

Coringa de Nicholson: Exageradamente canastrão?

Nicholson se dá muito bem nos trejeitos, parecendo muito mais com o personagem do que Ledger (que por sinal julgo como ridícula aquela maquiagem usada). Tanto é que só em Nicholson consigo me remeter ao inimigo número um do Morcegão.

Mas apesar de minhas preferências concordo que Ledger trouxe o lado mais sinistro para o personagem que era um elemento que faltou no Coringa mais canastrão de Nicholson.

Enfim, eu sei que essa discussão é tola. Mas não é de deixar de fazer essas comparações. (Mas me diz aí: Qual é o seu favorito?)

Abraços! E até semana que vem.

Clique aqui para deixar seu comentário!

8 Comentários:

exoticlic.com disse...

O Nicholson atua melhor talvez pelo jeitão e cara "de não vale nada"

livroquequeroescrever disse...

Fiquei muito feliz de saber que tem mais gente concordando comigo. tudo bem, eu sou suspeito, pois sou fã demais do Jack, mas realmente o coringa dele foi vítima de algumas críticas injustas depois do lançamento de "The Dark night".

o que considerei o maior absurdo do filme de Tim burton na época foi o Coringa Morrer no final. aquela sim foi a maior tolice do filme. Curiosamente no filme novo, onde o Coringa não morre, morreu o ator. É uma coincidência triste!

Este blog tem se mostrado interessantíssimo, estou adorando as matérias!

Um abração!
Rodrigo Andolfato

Francisco disse...

O Cezar Romero, fez o papel adequado para o seriado e para a época. Os próprios Batman e Robin, eram palhaços.
Quanto ao velho Jack, para mim foi o melhor Coringa.
Abraços.

Érick Delemon disse...

Infelizmente não vi Romero, mas lembro de Nicholson com uma ótima atuação, a de Ledger também o foi a seu tempo. Ledger é profundo, louco, mas realmente falta o elemento cômico que apareceu talvez somente uma vez no filme. O que não acontece com os demais, mas talvez falte a estes algo mais psicótico também. Ótima exposição, acho que cada um tem um valor pontual para cada época e necessidade que o enredo exigia. Quem sabe se jogarmos tudo no liquidificador saia um Coringa fanfarrão e ao mesmo tempo sombrio, palhaço e canastrão =D

Lobodomar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lobodomar disse...

Boa noite!



Sim, meu amigo. aceito a parceria, via troca de links, com seus dois blogs. E até proponho uma parceria maior. Caso aceite, meus blogs são:

http://poemasdeandreluis.blogspot.com/
[ Gritos Verticais ] – que é meu blog principal]

http://poeticaheretica.blogspot.com/
[ Pó(ética) Herética ]

http://gritosverticaisdanaturezapoetica.blogspot.com/
[ Raiz de Cem ]

http://sonsdesonetos.blogspot.com/
[ Sons de Sonetos ]

http://prosaepoesia.wordpress.com/
[ O Poema Nosso de Cada Dia ]

http://docedefel.wordpress.com/
[ Doce de Fel ]


A parceria pode ser com todos, ou com algum(ns). Fica à sua escolha.

Aguardo contato.

Muito obrigado pelas palavras generosas em relação ao meu poema.

Grande abraço!



André L. Soares
direitos.autorais2006@gmail.com
.

Karol disse...

eu prefiro o do Ledger!!! muito sinistro e psicopata! concordo que faltou um pouco do elemento cômico, mas ficou muito psicopata, por isso que eu gostei pra caramba!!!!!!

rssrrss
Karol!

Nat Valarini disse...

Bom dia querido!

O debate não é tolo, tão pouco inútil.

Com a morte de Ledger as pessoas, principalmente os fãs lunáticos, fizeram um rebuliço em torno da atuação dele numa tentativa de homenageá-lo.

Eu vejo por este lado: a morte é algo que toca as pessoas e as sensibiliza a ponto de ficarem cegas por um determinado momento. Por este fato ter ocorrido com alguém famoso e de forma tão precoce, elevou o efeito piegas ao quadrado.

Não me lembro de ter visto a atuação de Romero, entretanto, vi um pedacinho de uma cena do seriado e achei tudo (t-u-d-o!!!) muito cômico, a começar pelas falas.

Acredito que cada ator cumpriu sua função e representou a personagem dentro da proposta de cada trabalho, pois é incontestável que o seriado, o filme com Nicholson e o mais atual com Heat, têm o mesmo fio histórico, entretanto o clima dado por quem adaptou o roteiro é drasticamente diferente.

Resumindo: O Curinga de Romero não seria bom para o último filme e nem a interpretação de Ledger ficaria bem no seriado antigão.

PS.: Puxo a brasa para a sardinha de Nicholson! hehehehe...

Kiso!

http://garotapendurada.blogspot.com/

:)) ;)) ;;) :D ;) :p :(( :) :( :X =(( :-o :-/ :-* :| 8-} :)] ~x( :-t b-( :-L x( =))

Postar um comentário

"Faça o que tu queres, pois é tudo da lei!" E diga aqui também!

 
{nama-blog-anda} is proudly powered by Blogger.com | Template by Agus Ramadhani | o-om.com
BlogBlogs.Com.Br